DIGA NÃO AO BULLYNG

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Olá pessoal!! Espero que estejam bem.
Hoje vim tratar com vocês sobre o bullyng que acontece nas
escolas, ruas, casas e muitas vezes no trabalho. Esse fenômeno existe em todos
os lugares onde existe relacionamento de pessoas( não estou falando aqui de
relacionamento amoroso, apenas relacionamento como ser humano).
Bullyng é a prática de atos violentos, intencionais  e repetitivos contra uma pessoa indefesa.
E esse tipo de agressão acontece sem nenhum motivo
justificável. Atrapalha na aprendizagem dos alunos podendo afetar o seu
relacionamento na sua vida fora da escola e levando esse trauma para sua vida
adulta.
Os pais e professores devem estar atentos às atitudes desses
jovens. Pois, podem estar precisando de ajuda médica para enfrentar tais
situações.
Há um tempo eu assisti a um vídeo de uma mãe que perdeu o
seu filho por causa do bullyng. O vídeo é mega emocionante e vale a pena
assistir (No final do post você podem acessar o vídeo).
Muitas vezes quem pratica o bullyng faz por querer ser
popular, faz para sentir-se o dono da situação (há exceções). Muitas vezes é um
ser humano que não aprendeu a transformar sua raiva em uma conversa.
Então, venho por meio desse post pedir para que não só os
pais e professores prestem atenção nos jovens. Mas, peço que todos de uma forma
geral abram os olhos para o que está acontecendo no mundo. Abram os olhos e
percebam que tem muitos jovens e até adultos sofrendo bullyng e precisando de
ajuda para conseguir superar isso. O bullyng virou um problema mundial onde
muitas pessoas fecham os olhos (negam-se a acreditar)  ou desconhecem isso. E, na maioria das vezes
quando diagnosticado no inicio, um diálogo pode resolver isso. É importante que
as instituições de ensino tenham regras em relação a apelidos (muitas vezes
pode parecer besteira, mas como vimos NÃO é). É muito importante a prevenção
desses apelidos e agressões verbais pois quem sofre com esse tipo de coisa leva
isso para a vida inteira.
Então pessoal não adianta dizer só não ao bullyng. Temos que
ficar atentos e tentar ajudar quem precisa.
Espero que esse texto tenha sido útil.
Se alguém já sofreu ou sofre bullyng ou conhece casos assim
não deixe de comentar e deixar aqui a sua opinião sobre o assunto. Pois, assim
estaremos ajudando mais pessoas vítimas dessa violência a não terem vergonha e
medo de falar o que acontece.
 (Vídeo citado acima no post (não deixem de assistir)

Até a
próxima!
Beijão!

8 Comentários


    1. Olá lindona!!
      Fico muito feliz que você tenha gostado. Eu quero muito poder ajudar mais pessoas com esses posts.

      Beijos!

      Responder

    1. Isso é horrível mesmo. Só quem passa por isso sabe como é difícil.
      Estou tentando mostrar para as pessoas que isso precisa acabar!
      Fico muito feliz que você tenha gostado do post e que eu possa ter ajudado de alguma forma.

      Vou visitar seu blog e ver a TAG. Obrigada, fico muito feliz de ter sido indicada 🙂
      Beijos lindona!

      Responder

  1. sempre dofri bullying na escola por causa do meu ultimo nome e em casa com meu irmãos meu avô por ser a pequena e a frágil da família, mas o engraçado é que na aquela época curtir e zoar os amigos enfim… não era considerado bullying, ma minha umilde opinião a sociedade esta mudando pra pior!
    bjss

    Responder

    1. Sim Danny, a sociedade está mudando cada dia mais.
      E, por isso acho que os jovens devem ter acesso a todo tipo de informação e se conscientizar que isso é errado e machuca muito quem sofre o bullyng. Isso não veio de hoje só que antigamente era visto de uma forma diferente e a cada dia que passa a maneira de fazer essas ofensas está ficando mais violenta.
      Espero que esse post ajude as pessoas a ficarem mais atentas a esse tipo de agressão.
      Beijos lindona!!

      Responder

  2. Importante tocar nesse tema, pois quem já não sofreu bulling nessa vida? Conheço muitos casos de amigos ou de familiares. Eu mesmo quando criança sofri por que era gordinho, não cheguei sofrer grandes traumas, mas tenho um complexo com o meu corpo, sobretudo, quando é para tirar fotos. Bulling não pode ser aceitavel na nossa sociedade tem que ser combatido. Otimo post Vanessa continue assim.

    Responder

    1. Verdade Célio. A intenção é conscientizar as pessoas que bullyng é coisa séria e machuca muito, deixa cicatrizes na alma para a vida toda.
      Conheço pessoas que sofreram e que até hoje carregam esses traumas. O mais importante é que isso acabe.
      Obrigada por dividir essa experiência conosco.
      Abraços!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *